Náutilus
do grego "O Marinheiro".
O Náutilus têm uma cabeça dotada de olhos bem desenvolvidos com tentáculos preênsis. São nectónicos (nadadores activos), tendo uma concha formada por uma série de âmaras separadas por tabiques; estas comunicam entre si por orifícios sifonais. O animal ocupa a última câmara e as outras, cheias de gás, fazem de flutuadores.
Dizemos que, por apresentar o corpo segmentado em forma de espiral, o nautilus é um dos seres vivos que apresenta a razão áurea em seu desenvolvimento, sendo assim chamado de "Espiral de Ouro".